• 7 diciembre, 2018

Colégio Sagrada Família (Itapiranga) participa do MOSTRATEC 2018

Colégio Sagrada Família (Itapiranga) participa do MOSTRATEC 2018

Colégio Sagrada Família (Itapiranga) participa do MOSTRATEC 2018 800 600 Safa Esperanza

A Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia – MOSTRATEC, maior evento para jovens cientistas da América Latina e realizada anualmente na cidade de Novo Hamburgo/RS, destina-se a apresentação de projetos de pesquisa em diversas áreas do conhecimento humano, realizados por jovens cientistas do ensino médio e da educação profissional técnica de nível médio. A edição de 2018 contou com 22 países, 720 projetos e teve participação do Colégio Sagrada Família de Itapiranga. Com exposições de João Vitor Facco, Luma Pelentir da Silva e Ana Luísa Bitencourt Bruxel, aluno observador Diogo Cézar Werlang Soehn, orientadora Deise Manfio Ferrari Vogt, o trabalho apresentado foi: Biodegradação do bagaço de cana-de-açúcar através do fungo Phanerochaete chrysosporium e da micrbiota ruminal de caprinos e ovinos.

Os alunos conquistaram o 2º lugar em Ciências Ambientais, credenciamento para o Movimentos Científico do Norte e Nordeste (MOCINN).

Os participantes contam como foi a experiência:

– João Vitor Facco: ” Hoje é dia de agradecer… agradecer a todos que estiveram com nós durante a nossa jornada. Começamos como um simples grupo de pesquisa… despretensiosos… Elaboramos nosso projeto científico e submetemos a nossa pesquisa à Mostratec. Só nós sabemos como foi difícil lidar com os maus resultados para que no final o bom resultado se concretizasse!

O processo como um todo foi bem complicado. Recordo-me que não acreditávamos nem que passaríamos pelo processo de seleção, tendo em vista que só 50 projetos dos mais de 700 inscritos para essa fase inicial seriam classificados. Passamos pelo processo prévio e fomos para a feira. Durante toda a exposição, ficamos com a ideia de que estar lá já era um grande prêmio. Lembro-me que, na cerimônia de premiação, uma professora da Fundação Liberato chegou e perguntou se estávamos ansiosos. Prontamente respondi que não esperávamos ganhar nada. Logo após, a Luma olhou para mim e disse: ‘Como eu queria subir no palco’. E nós subimos… duas vezes. Superamos todas as nossas expectativas.

Saímos de lá com o prêmio de 2º lugar em Ciências Ambientais, uma credencial para a MOCINN 2019, no Maranhão, e outra credencial para a MOCICULT 2019, no Rio Grande do Norte.
Agradeço mais uma vez ao Safa Itapiranga, às nossas famílias, à professora Deise Manfio Ferrari e aos nossos apoiadores, pois sem vocês não teríamos chegado até aqui!”

– Luma Pelentir da Silva: “Foram muitos os ensinamentos que a feira nos proporcionou. Além da troca de conhecimento e o intercâmbio com outros países, as amizades ali conquistadas tornaram cada momento inesquecível. Fica aqui nosso agradecimento a todos que nos apoiaram para que tudo isso fosse possível”.

– Ana Luísa Bruxel: “Participar da MOSTRATEC foi algo muito inesperado, algo que nunca imaginaria fazer… Quando fizemos a primeira apresentação (ainda me recordo que era um professor de biologia) as palavras da explicação saíram meio acanhadas, mas com o passar das apresentações o nervosismo diminuiu. Conforme os dias passavam, eu observava as pessoas passando, os expositores apresentando, os orientadores orgulhosos de seus alunos e isso me transmitiu uma felicidade imensa, pois todos os projetos que estavam lá foram merecedores de serem apresentados nessa feira de tanto renome que é a MOSTRATEC. A interação com os demais expositores foi incrível, todos eles nos ensinaram muito, nos apresentaram um pouco da sua cultura e nos marcaram com o mais importante: a amizade!